Ajuda Ajuda
Menu Menu

Movimento rastafari

Rastafari: um modo de vida

Uma das características identificativas da Jamaica é a cultura rastafari, uma forma de vida que tem tido uma grande influência cultural e social na ilha. Aceite pelas instituições jamaicanas como um movimento religioso consolidado, esta doutrina atingiu a dimensão internacional nos anos setenta devido à sua ligação com a música popular reggae e com míticas figuras como Bob Marley.

Os rastafaris são uma das imagens mais apelativas da Jamaica e a sua influência na vida e cultura da ilha é palpável. Uma das suas principais características identificativas é o seu aspeto, com grandes rastas que se recolhem num chapéu em tecido com as cores vermelho, amarelo, verde e preto, que representam as bandeiras da Etiópia e Jamaica. Os rastafaris acreditam que o Deus (Jeová) teve três reencarnações: Melquisedec, Jesus Cristo e Haile Selassie.

Sabia que Haile Selassie I, conhecido como o Príncipe Ras Tafari, foi o imperador da Etiópia? Este foi o único país africano que saiu do colonialismo europeu. Haile Selassie I foi ainda o único rei negro aceite entre os reis europeus da época. A Bíblia é a sua principal fonte de inspiração, além de ter no Panafricanismo outro dos seus pilares essenciais. Na Jamaica, a maioria da população é protestante, que se diversifica em diferentes cultos. A presença da igreja anglicana também é importante.

Símbolos e história do movimento rastafari

Vermelho, amarelo, verde e preto

Seguramente que durante a sua viagem à Jamaica verá esta combinação de cores em desenhos, camisas, pinturas, grafismos, elementos decorativos... Estas cores aludem à bandeira da Jamaica e da Etiópia e são um elemento de identidade para o movimento rastafári.

As dreadlocks ou rastas

Estas tranças rastas são outro símbolo visível. Este tipo de penteado chegou a simbolizar a juba do leão de Judá e a rebelião contra Babilónia.

A erva sagrada

Os rastafaris consideram a marijuana como uma erva sagrada que ajuda à meditação e ao recolhimento religioso, embora não haja, necessariamente, que associar os rastas com o uso da marijuana. Esta consideração seguramente remonta à origem das civilizações antigas onde esta planta tinha diversas aplicações e foi considerada como planta sagrada por diversas culturas.

O reggae

Apesar da sua pequena dimensão, na Jamaica nasceram vários géneros musicais como o reggae, o ska, o Dub… O culto do rastafari encontrou no reggae uma importante forma de expressão. Figuras mundialmente conhecidas como Bob Marley levaram este tipo musical e o movimento rastafari a todos os cantos do mundo.

Este site usa cookies. Ao permanecer nele, aceita o seu uso. Pode ler mais sobre o uso de cookies na nossapolítica de privacidade

x